O índice de novas encomendas na construção registou no primeiro trimestre um «forte aumento homólogo» de 51,1%, sobretudo dinamizado pelo segmento de obras de engenharia relativas ao Túnel do Marão, divulgou hoje o INE.

Segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE), no segmento de obras de engenharia, o índice passou de uma queda homóloga de 39,9% no 4.º trimestre de 2013 para uma subida 106,0% no trimestre seguinte, «refletindo, sobretudo, o lançamento de concursos para a finalização do Túnel do Marão».

Já o índice relativo ao segmento de construção de edifícios apresentou uma variação homóloga nula (queda de 22,2% no trimestre anterior).

No último trimestre de 2013 o índice agregado de novas encomendas na construção havia recuado 30,2%.