O índice de produção na construção registou uma variação homóloga de -16,1% em julho deste ano, o que compara com a diminuição de 16,5% observada no mês anterior, avançou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

«A variação ligeiramente menos negativa revelada pela atividade da construção, neste período, foi determinada por comportamentos semelhantes nos dois segmentos, Construção de Edifícios e Engenharia Civil», justificou.

O índice do segmento da Construção de Edifícios apresentou, em julho, uma variação homóloga de -16,3% (-16,6% no mês anterior), enquanto o índice relativo ao segmento de Engenharia Civil diminuiu 16%, contra uma variação de -16,3% em junho passado.

Já os índices de emprego e de remunerações, decresceram 14,5% e 16% (variações de -15,4% e de -15%, em junho), em ambos os casos.

Comparativamente com o mês anterior, o índice de emprego apresentou uma taxa de variação de -0,1% (-1,2% em julho de 2012).

No caso das remunerações, em termos mensais, estas cresceram 4,4% em julho deste ano, que compara com 5,6% em julho de 2012.

O índice das remunerações apresentou, contudo, uma variação homóloga de -16% em julho, quando se situou em -15% no mês anterior.