As importações de bens dispararam 16% em abril, segundo dados publicados esta terça-feira pelo Instituto Nacional de Estatística.

É uma subida bastante mais acentuada do que a das exportações, que registaram um aumento de 9,7%.

O défice da balança comercial aumentou 67,2 milhões de euros para -2 343,3 milhões de euros e a taxa de cobertura cresceu 0,6 pontos percentuais para 84,3%.

No trimestre terminado em abril de 2015, face ao período homólogo, as exportações de bens aumentaram 8,2% e as importações de bens aumentaram 7,4%.

No primeiro trimestre de 2015, Angola foi o país de destino das exportações portuguesas em que estas evidenciaram a maior redução (-23,6%).

No entanto, os dados divulgados pelo INE dizem respeito apenas ao comércio internacional de bens, não estando incluídos serviços como o turismo, onde as exportações nacionais têm vindo a subir de forma significativa.