A confiança dos consumidores portugueses melhorou pelo segundo mês consecutivo em fevereiro, com o contributo positivo de todas as componentes, e o clima económico também subiu, regressando ao nível de Dezembro de 2015, anunciou o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Em Fevereiro de 2016, o indicador de confiança dos consumidores situou-se num valor negativo de -11,3 pontos, face a -12,6 em Janeiro e -13,7 há um ano atrás.

O indicador de clima económico cresceu para 0,7% no corrente mês versus 0,6% no anterior.

"A recuperação do indicador de confiança dos Consumidores nos últimos dois meses refletiu o contributo positivo de todas as componentes, perspetivas relativas à evolução da situação financeira do agregado familiar, da situação económica do país, da poupança e do desemprego, mais expressivo no último caso em fevereiro", afirmou o INE.

Quanto ao clima económico, o INE referiu que aumentou na Construção e Obras Públicas, no Comércio e nos Serviços e estabilizou na Indústria Transformadora.

A economia portuguesa deverá crescer 1,8% este ano, segundo o Orçamento de Estado de 2016 e face à expansão de 1,5% no ano passado.