A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) mantém a perspetiva de recuperação da economia portuguesa, de acordo com os indicadores compósitos avançados divulgados esta quinta-feira.

Os indicadores avançados da OCDE referentes a junho, que apontam para a tendência de melhoria ou abrandamento da atividade económica num período entre seis e nove meses, mostram uma subida nas perspetivas da melhoria da atividade económica portuguesa, nos 101,05 pontos.

Esta tendência de subida mantém-se há mais de um ano.

No mês passado, os indicadores compósitos relativos a Portugal ascendiam a 101,3 pontos, superior à média de longo prazo de 100 pontos.

Os números da OCDE dão ainda conta de melhoria das perspetivas económicas relativas à Grécia, Espanha e Itália, enquanto na Irlanda estas recuaram face a maio.

Os indicadores avançados também perspetivam uma melhoria para os países que compõem a zona euro.