Em outubro de 2014, as exportações de bens cresceram 9,4% e as importações de bens cresceram 1,2%, face ao mesmo mês do ano passado. Segundo os dados do Instituto Nacional de Estatística, esta é a maior subida homóloga de 2014, perfazendo as exportações os 4.638 milhões de euros. Já a variação mensal foi de 13,8%.

Os dados mostram que esta subida das exportações foi conseguida em resultado do comércio Extra-EU, com um aumento verificado na generalidade dos grupos de produtos, mas em especial nos veículos e outro material de transporte, combustíveis minerais e produtos agrícolas.

As importações aumentaram devido ao comércio Intra-EU, destacando-se a evolução dos veículos e outro material de transporte, dado que as importações Extra-UE registaram uma diminuição. Excluindo os combustíveis e lubrificantes, em outubro de 2014 as exportações aumentaram 9,8% e as importações aumentaram 6,9% face ao mês homólogo (respetivamente +4,5% e +8,6% em setembro de 2014)

Nas contas por trimestre, as exportações de bens aumentaram 4,1% e as importações de bens aumentaram 2,0% no trimestre terminado em outubro de 2014, face ao período homólogo (+1,5% e +2,9% respetivamente no período de julho a setembro de 2014). Já o défice da balança comercial diminuiu 190,6 milhões de euros e a taxa de cobertura aumentou 1,7 pontos percentuais para 80,8%.