O comissário europeu dos Assuntos Económicos, Olli Rehn, diz que é «muito importante que os Estados Unidos ultrapassem o bloqueio orçamental».

«É muito importante que os Estados Unidos ultrapassem este bloqueio, que pode ter consequências potenciais dramáticas para a economia real e também para a recuperação europeia», afirmou Olli Rehn à entrada para uma reunião do Eurogrupo, no Luxemburgo.

No fim da semana passada foi a vez de o G20 apelar aos Estados Unidos para «agirem com urgência» no sentido de resolver a crise orçamental que ameaça a economia mundial.

A estas vozes juntaram-se outras, comoo ministro das Finanças russo, Anton Siluanov, e o governador adjunto do banco central chinês, Gang Yi.

Uma parte da administração central norte-americana está paralisada há 14 dias devido à ausência de um orçamento e os Estados Unidos têm ainda de definir o teto da dívida pública até 17 de outubro para evitar o incumprimento nos pagamentos. O diálogo entre republicanos e democratas no Congresso foi retomado, mas as perspetivas de saída da crise ainda são vagas.