A subida do preço das casas, nos primeiros três meses deste ano, fez-se sentir em todos os concelhos do continente sem exceção, com Odivelas, Leiria ou Oeiras a juntarem-se aos que mais valorizaram, noticia o Diário de Notícias.

É o segundo trimestre consecutivo de valorização geral, mas a ordem de grandeza do agravamento dos preços mostra que as zonas que chamam a atenção de quem quer comprar casa estão a diversificar-se. E está a chegar à periferia das grandes cidades.

Os dados reunidos pela Confidencial Imobiliário, com base no índice de preços residenciais, mostram que Cascais e Lisboa se mantêm como os dois concelhos onde o preço das casas teve a maior subida homóloga, tanto no final de 2017 como na entrada de 2018. Mas mostram também que, enquanto no último trimestre do ano passado apenas estes dois concelhos e o Algarve "cabiam" no top 15 das maiores valorizações, agora o Algarve cedeu terreno a outras geografias