Portugal volta aos mercados na próxima quarta-feira para emitir dívida a três e 12 meses até 1.000 milhões de euros, através de dois leilões de Bilhetes do Tesouro (BT).

Em comunicado, o IGCP informa que vai realizar, na quarta-feira, dois leilões de Bilhetes do Tesouro com maturidades em 19 de dezembro deste ano e 18 de setembro do próximo. O montante indicativo global situa-se entre os 750 milhões e os 1.000 milhões de euros.

Estes dois leilões já estavam previstos no calendário divulgado em julho pela agência que gere a dívida pública portuguesa.