O Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) recebeu três queixas de alegadas fraudes com os estágios profissionais.

Duas das queixas seguiram já para o Ministério Público e a terceira, entregue ontem pela CGTP, ainda está a ser avaliada.

Em comunicado, o IEFP diz que tudo fará para acompanhar de perto os beneficiários, vítimas de ilegalidade.

Promete ainda que, dentro das opções disponíveis, se encontre uma alternativa para continuarem o seu percurso de estágio dentro da exigida normalidade.

Em causa, as queixas de estagiários que denunciam a devolução às empresas da percentagem financiada pelo IEFP. A TSF falou com um desses queixosos e também com a empresa visada que nega as acusações.