As Euribor desceram esta segunda-feira em todos os prazos, com exceção da taxa a seis meses, que serve de referência para os créditos à habitação, que se mantém nos 0,341%.

A Euribor a três meses recuou 0,001 pontos percentuais para 0,227%, relativamente aos valores de sexta-feira.

Também a de nove meses recuou, neste caso 0,002 pontos percentuais para 0,442%, e a taxa a 12 meses diminuiu 0,001 pontos percentuais para 0,535%.

Na quinta-feira passada, 01 de agosto, o BCE manteve a taxa de juro de referência no mínimo histórico de 0,5%, nível definido em maio.

Além da manutenção da taxa aplicada às principais operações de refinanciamento, o mecanismo ao abrigo do qual o BCE fornece a maior parte da liquidez ao sistema bancário, o Conselho de Governadores decidiu ainda manter em 1% a taxa da facilidade permanente de cedência de liquidez, através da qual empresta dinheiro aos bancos a um dia.

Além disso, o presidente da instituição afirmou que as taxas de juro vão continuar baixas durante um longo período de tempo.

As Euribor são fixadas pela média das taxas às quais um conjunto de 57 bancos da zona euro está disposto a emprestar dinheiro entre si no mercado interbancário.