Os preços das casas aumentaram 4,0% na zona euro e 4,5% na União Europeia no primeiro trimestre deste ano, face ao homólogo, com Portugal a registar uma subida acima de ambas as médias, divulgou o Eurostat.

Em Portugal, os preços das casas cresceram 7,9%, mas as maiores subidas homólogas foram registadas na República Checa (12,8%), na Lituânia (10,2%) e na Letónia (10,1%).

Na Croácia (-0,4%) e em Itália (-0,1%) os preços desceram face ao primeiro trimestre de 2016.

Na comparação com o último trimestre de 2016, entre janeiro e março, os preços das casas aumentaram 0,4% na zona euro e 0,7% na UE, tendo as maiores subidas sido registadas na República Checa (2,9%), na Letónia (2,8%) e na Suécia (2,5%).

Os recuos trimestrais mais significativos observaram-se em Malta (-5,4%), na Eslováquia (-2,4%) e em Chipre (-1,4%).

Em Portugal, os preços das casas aumentaram 2,1% de preço na comparação trimestral.