O Metropolitano de Lisboa prevê encerrar o serviço a partir das 23:30 de hoje, devido à greve de 24 horas que os trabalhadores convocaram para quinta-feira, indicou a empresa.

Num comunicado publicado na sua página de Internet, o Metropolitano de Lisboa diz prever que a circulação dos comboios esteja parada na quinta-feira e só deva ser retomada às 06:30 de sexta-feira.

O conselho de administração lamenta as perturbações e reitera o «empenho na prossecução das medidas necessárias que garantam a sustentabilidade e a qualidade do serviço de transporte» que disponibiliza.

O Tribunal Arbitral do Conselho Económico e Social não decretou serviços mínimos para a greve dos trabalhadores do Metropolitano de Lisboa, ao contrário do que tinha decidido há 15 dias e que tinha levado à suspensão da greve.

A Carris, que foi fundida com o Metro de Lisboa, informou que vai reforçar as carreiras 726 (Sapadores-Pontinha Centro), 736 (Cais do Sodré-Odivelas), 744 (Marquês de Pombal-Moscavide) e 746 (Marquês de Pombal-Estação Damaia).