O vice-presidente da Comissão Europeia responsável pelo euro, Valdis Dombrovskis, salientou esta segunda-feira, em Bruxelas, que o executivo comunitário necessita de um mandato do Eurogrupo para negociar com o Governo grego um novo programa de ajuda.

Numa conferência de imprensa na sede do executivo comunitário, Dombrovskis sustentou que, tal como dissera anteriormente o presidente Jean-Claude Juncker, a vitória do 'Não' no referendo de domingo dificulta as negociações e “torna mais difícil uma solução”, mas garantiu que a Comissão continua empenhada em facilitar um compromisso e disponível para trabalhar com as autoridades gregas, pois “o lugar da Grécia é na zona euro”.

O vice-presidente lembrou que o anterior programa (do Fundo Europeu de Estabilização Financeira) expirou a 30 de junho, e consequentemente o financiamento associado, pelo que será necessário negociar com Atenas uma nova ajuda no quadro do Mecanismo Europeu de Estabilidade (MEE), o novo fundo de resgate permanente da zona euro, cujo tratado prevê que deve ser o Eurogrupo a mandatar a Comissão para iniciar negociações sobre o memorando de entendimento.