ão faz sentido, nesta altura, estar a mudar as previsões



mas que não ia mudar as previsões.

O FMI prevê que Portugal apresente um défice orçamental de 3,4%