A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) vai avançar esta semana com 7.424 processos de contraordenação contra 5121 contribuintes que, entre Janeiro e Outubro do ano passado, não comunicaram ao fisco qualquer fatura emitida, nem entregaram a respetiva declaração de IVA.

O Estado identificou mais de cinco mil casos, com destaque para as empresas.

De acordo com as informações fornecidas ao jornal «Publico» pela Secretaria de Estado dos Assuntos Fiscais (SEAF), estes 5.121 contribuintes foram detetados «através da comunicação dos elementos das faturas efetuada pelas pessoas singulares adquirentes», ao inserirem esses dados no portal das Finanças, e pelo «cruzamento das faturas emitidas pelas empresas em falta a outros agentes económicos».

Deste universo, cerca de dois terços são empresas, afirmando as Finanças que em causa estão 7424 processos de contraordenação que poderão dar origem a coimas, no mínimo, de 1,9 milhões de euros, escreve o mesmo jornal.

As notificações do fisco vão ocorrer esta semana.