Os 75.000 clientes do Banco Espírito Santo (BES) em Espanha «têm os seus depósitos garantidos» porque a divisão espanhola «é uma sucursal» do «banco bom», Novo Banco, criado com os ativos de boa qualidade do BES.

BES passa a chamar-se «Novo Banco»

Federação do Setor Financeiro quer ouvir administração do Novo Banco



BdP garante que depositantes não vão perder dinheiro



A explicação foi dada por um porta-voz do Novo Banco em Espanha, citado pela EFE, que adiantou que o negócio do Novo Banco é legal e está vinculado ao «banco bom», pelo que os clientes em Espanha «não devem temer pelas suas poupanças».

O Novo Banco foi criado com ativos de boa qualidade do BES e recebeu uma injeção de 4.900 milhões de euros do Fundo de Resolução de entidades.

Assim, o Novo Banco será uma entidade saneada com um único acionista, o Fundo de Resolução, instrumento criado em 2012 no âmbito da União Bancária Europeia e financiado por instituições financeiras e bancárias portuguesas.

Não é um resgate nem uma nacionalização, adiantou a mesma fonte, que precisou que no caso do banco português se trata de um empréstimo temporário que é necessário devolver.