O primeiro-ministro, António Costa, congratulou-se hoje pela “velocidade de cruzeiro” do Portugal 2020, revelando que, em 2017, Portugal liderou o nível de execução dos países da União Europeia com “programas acima dos cinco mil milhões de euros”.

“Felizmente, hoje, temos em velocidade de cruzeiro a execução do Portugal 2020, a nível nacional e a nível regional”, disse, numa sessão em Évora, apontado também a “boa execução” do programa operacional regional Alentejo 2020.

No ano passado, salientou António Costa, Portugal ocupou mesmo, “pelo segundo ano consecutivo, o primeiro lugar no nível de execução” no seio da União Europeia e no conjunto dos países “que têm programas acima dos cinco mil milhões de euros”.

E, continuou, em 2017, em termos das empresas, “também a nível nacional conseguimos ultrapassar a meta a que nos tínhamos proposto”.

Segundo o primeiro-ministro, foram alcançados “os 1.300 milhões de euros de fundos colocados” nas empresas, continuando a vigorar “o objetivo de chegar ao final deste ano com dois mil milhões de euros dos fundos colocados às empresas”.

António Costa discursava no início de uma reunião com o Conselho da Região da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Alentejo, em Évora, para discussão da Estratégia Nacional para Portugal 2030, que conta também com a presença do ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques.