«Parte significativa da perda de depósitos, curiosamente é depois do dia 11 de julho. A indicação que tenho é que o banco perdeu cerca - não são contas rigorosas- de 6,8 mil milhões de depósitos até 28 de julho, dos quais 5,8 mil milhões entre 10 e 28 de julho»