O presidente da Câmara de Tondela, José António Jesus, estimou hoje que seja necessário mais de 1,5 milhões de euros para apoiar a reconstrução das primeiras habitações do concelho, que arderam na noite de domingo para segunda-feira.

Arderam no concelho de Tondela mais de 120 casas, sendo destas 35 a 40 de primeira habitação. Estimamos que seja preciso um valor financeiro superior a 1,5 milhões de euros para apoiar a reconstrução das primeiras habitações", sustentou.

Como se trata de uma verba elevada, o Município de Tondela decidiu criar uma conta solidária [REABILITAR TONDELA 2017, nº PT50 0035 0816 00052225 030 97] especificamente para recolha de donativos visando o apoio à recuperação das habitações prioritárias.

O ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, disse esta quarta-feira que o levantamento dos prejuízos causados pelos incêndios que deflagraram domingo, atingindo vários concelhos da região Norte e Centro, deverá estar concluído dentro de “duas a três semanas”. Mas o ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos, já afirmou que os prejuízos nos incêndios de domingo e segunda-feira devem superar os registados no fogo de Pedrógão Grande.

Em Julho, depois de Pedrogão, as contas do Governo apontavam para prejuízos de mais de 500 milhões de euros. Valor que se divide entre 200 milhões de prejuízos e mais uma estimativa de 300 milhões para medidas de prevenção e relançamento da economia.