A Autoridade Tributária está a desenvolver, em colaboração com a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, um programa informático que permita atribuir um número a cada fatura emitida já a partir do dia 1 de janeiro, apurou o «Correio da Manhã».

Escreve o mesmo jornal que se trata de um passo essencial para implementar o sorteio que administração fiscal pretende realizar com base nas faturas e que será um dos grandes instrumentos de combate à fraude e evasão fiscal no próximo ano.

Assim, os técnicos estão a desenvolver um algoritmo que permita atribuir um número a cada fatura que for registada no Portal das Finanças e esse número servirá para escolher o vencedor dos vários sorteios que o Fisco pretende fazer em 2014.