O número de contas de serviços mínimos bancários ativas nas oito instituições de crédito que as disponibilizam ascendia a 18.586 no final de junho, um aumento de 34% face ao final de 2014, segundo o Banco de Portugal.

"Neste período, todas as instituições registaram um aumento no número de contas desta tipologia", salientou hoje em comunicado a entidade liderada por Carlos Costa, apontando para a existência de mais 4.702 contas de serviços mínimos bancários ativas.

Durante os primeiros seis meses do ano foram constituídas 5.140 contas deste género, 31% das quais resultaram da conversão de uma conta de depósitos à ordem já detida pelo cliente bancário.