As autoridades de Xangai encerraram uma fábrica subsidiária do grupo alimentar norte-americano OSI por vender carne fora da validade para cadeias de restauração como a McDonald's e KFC, foi anunciado esta segunda-feira.

A televisão de Xangai, que reportou o escândalo alimentar, informou que os trabalhadores da fábrica OSI China misturavam carne fora da validade com produto fresco e deliberadamente engavam os inspetores de qualidade da McDonald's.

Outros clientes da OSI China incluíam o Burger King, Papa John's Pizza, Subway, e a cadeia de cafés Starbucks, informou o jornal Shanghai Daily.

Funcionários municipais encerraram a fábrica no domingo e apreenderam os produtos alegadamente processados com carne fora da validade, indicou a autoridade para a segurança alimentar de Xangai em comunicado.

Uma investigação está a ser conduzida pela polícia.

A McDonald's disse em comunicado ter parado «imediatamente» de usar os produtos da fábrica, enquanto a empresa Yum, detentora das marcas KFC e Pizza Hut, informou que tinha suspendido o uso da carne proveniente da OSI China.