Portugal atingiu um pico de exportação de eletricidade na quinta-feira às 7:15, ao vender 2.603 Megawatt (MW) para Espanha, numa altura em que a produção eólica era muito elevada e o consumo nacional era baixo, noticia a Lusa.

De acordo com dados da REN – Redes Energéticas Nacionais, na quinta-feira passada, às 7:15, Portugal exportou 2.603 MW, ultrapassando o anterior máximo histórico que era de 2.258 MW alcançado em janeiro de 2013.

Nessa mesma altura, o consumo nacional de energia elétrica era de cerca de 5.227 MW.

Entre janeiro e outubro, a produção de energia renovável abasteceu 62% do consumo elétrico, segundo os dados da gestora das redes de eletricidade e gás nacionais.

Nos primeiros dez meses do ano, as fontes de energia hídricas abasteceram 32% do consumo, as eólicas abasteceram 24%, a biomassa 6% e as energias fotovoltaicas abasteceram 1,3% do consumo de eletricidade.

A REN justifica essa evolução com «as condições excecionais» verificadas entre janeiro e outubro, que foram favoráveis à produção de energias hídricas, «com afluências 34% acima dos valores normais», mas também das eólicas, «com 15% acima dos valores normais».