A taxa de poupança das famílias na zona euro manteve-se nos 13% no quatro trimestre de 2013, um valor igual ao registado nos três meses anteriores, enquanto a taxa de investimento caiu ligeiramente, segundo o Eurostat.

No boletim sobre a poupança das famílias, divulgado hoje, o Eurostat adianta que no último trimestre do ano passado, a taxa na zona euro manteve-se nos 13%, estável face ao trimestre anterior, enquanto na União Europeia caiu duas décimas, de 10,8% no terceiro trimestre para 10,6%.

Já a taxa de investimento das famílias manteve-se praticamente inalterada nas duas zonas entre outubro e dezembro de 2013: Entre os 28, a taxa de investimento bruto das famílias foi de 7,9% contra os 7,8% dos três meses anteriores e na zona euro foi de 8,4%, que compara com os 8,5% registados entre julho e setembro.

Em termos nominais, o rendimento disponível das famílias aumentou 0,4% no quarto trimestre, um valor igual ao registado no consumo das famílias, embora o investimento (principalmente no setor da habitação) tenha recuado 0,2%.

Face ao boletim anterior, sobre o terceiro trimestre, divulgado a 28 de janeiro, o gabinete oficial de estatísticas comunitário reviu em alta ligeira a taxa de poupança das famílias na União Europeia, de 10,7% para 10,8%.