A dívida pública portuguesa aumentou para 127,2% do PIB no primeiro trimestre, contra 123,8% registados no trimestre anterior e 112,3% observados um ano antes, sendo a terceira mais elevada da União Europeia, divulgou esta segunda-feira o Eurostat.

De acordo com os dados trimestrais da dívida pública do gabinete oficial de estatísticas da União Europeia (UE), só a Grécia (160,5%) e a Itália (130,3%) registaram, entre janeiro e março deste ano, rácios de dívida pública em percentagem do Produto Interno Bruto (PIB) superiores ao de Portugal (127,2%), enquanto os mais baixos pertenceram à Estónia (10%), à Bulgária (18%) e ao Luxemburgo (22,4%).

Portugal registou a sexta maior subida da UE relativamente ao quarto trimestre de 2012 (3,4 pontos percentuais), numa tabela liderada pela Irlanda, seguida pela Bélgica e pela Espanha, e o quarto maior aumento na comparação com os primeiros três meses do ano passado (14,9 pontos percentuais), depois da Grécia (24,1 pontos percentuais), da Irlanda (18,3 pontos percentuais) e de Espanha (15,2 pontos percentuais).

Na zona euro, o rácio de dívida pública em percentagem do PIB aumentou de 90,6% no quarto trimestre de 2012 para 92,2% nos primeiros três meses deste ano, enquanto na UE foi registada uma subida de 85,2% para 85,9%.

Na comparação com o primeiro trimestre de 2012, a dívida pública subiu de 88,2% para 92,2% no conjunto dos 17 países que partilham a moeda única e aumentou de 83,3% para 85,9% na UE.