A taxa de desemprego na zona euro atingiu em setembro o valor mais baixo desde janeiro de 2012, ao fixar-se nos 10,8%, contra 10,9% no mês anterior e 11,5% em setembro de 2014, revelou o Eurostat.

Os dados do gabinete oficial de estatísticas da União Europeia (UE) revelam ainda que a taxa de desemprego no conjunto da União a 28 recuou igualmente 0,1 pontos percentuais face ao mês anterior, ao cair de 9,4% em agosto para 9,3% em setembro, que é por seu turno o valor mais baixo desde setembro de 2009 (em setembro de 2014 era de 10,1%).

Em Portugal, tal como anunciou na quinta-feira o Instituto Nacional de Estatística na sua estimativa provisória, a taxa de desemprego terá igualmente recuado uma décima, em linha com a tendência verificada tanto na zona euro como na UE, ao descer em setembro para 12,2% (contra 13,4% um ano antes, em setembro de 2014).

Em agosto de 2015, a estimativa definitiva da taxa de desemprego não ajustada de sazonalidade foi de 12,1%, tendo aumentado 0,3 pontos percentuais face ao mês anterior, contrariamente aos decréscimos ocorridos desde fevereiro de 2015. Relativamente a agosto de 2014, a taxa de desemprego não ajustada de sazonalidade diminuiu 1,2 pontos percentuais.