O índice de novas encomendas na construção voltou a cair no segundo trimestre. De acordo com dados revelados esta quinta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), a queda foi de 11,3%, abrandando depois de uma descida de 19% nos primeiros três meses do ano.

«Este comportamento menos negativo do índice agregado foi particularmente influenciado pelo índice do segmento de Obras de Engenharia, que passou de uma variação homóloga de 1,3% no 1º trimestre de 2013 para 29,2% no trimestre seguinte», explica o instituto.

Por seu lado, o índice relativo ao segmento de Construção de Edifícios registou uma descida homóloga de 29,6%, abrandando também face à queda de 31,3% no trimestre anterior.