O candidato do Partido Popular Europeu (PPE) à presidência da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, defendeu esta quinta-feira na Polónia a criação de uma união energética, uma iniciativa sugerida por Varsóvia para reduzir a dependência energética em relação à Rússia.

«Esta é uma proposta inteligente e acertada», disse Junker num comício em Poznan, cidade no oeste da Polónia, sobre a ideia polaca de criar uma união energética entre os Estados-membros da União Europeia para assegurar o fornecimento de gás no território europeu.

Junker valorizou a ideia lançada pelo primeiro-ministro polaco, o liberal de centro-direita Donald Tusk, que defende que se houvesse uma única instituição europeia encarregada da compra de gás para todos os Estados essa conseguiria negociar condições mais favoráveis.