O fundador e presidente do gigante chinês de telecomunicações Huawei, Ren Zhengfei, anunciou um plano de investimento de 1,5 mil milhões de euros nos próximos cinco anos em França, indica um comunicado divulgado pelo grupo esta terça-feira.

Segundo a mesma nota, citada pela agência AFP, o plano vai permitir a criação de 650 empregos.

Ren Zhengfei encontrou-se com o primeiro-ministro francês, Manuel Valls, na segunda-feira, tendo-lhe apresentado o seu plano, o qual prevê ao estabelecimento de quatro centros de pesquisa e desenvolvimento, assim como um reforço de parcerias com «empresas de alta tecnologia», pequenas e médias empresas e start-up do setor, informou a Huawei em comunicado enviado à agência noticiosa francesa.

O grupo confirmou assim as informações divulgadas anteriormente pelo diário Les Echos.

A Huawei, que procura aumentar o número dos seus fornecedores europeus, trabalha já com grandes grupos franceses, como o STMicro, que lhe fornece componentes para os seus smartphones.

«A Huawei valoriza as vantagens competitivas da França no domínio digital», sublinhou Ren Zhengfei, citado no mesmo comunicado enviado hoje à agência noticiosa francesa AFP, especificando que os investimentos «atiçarão a competitividade da França nas novas tecnologias e criarão empregos para os talentos franceses».

O gigante chinês prevê duplicar o número de trabalhadores em França até 2018, contratando mais 650 pessoas.

Segundo Les Echos, a empresa poderá criar, indiretamente, 2.000 empregos por via dos investimentos anunciados.