O resultado líquido da Corticeira Amorim ascendeu a 8,4 milhões de euros, um crescimento de 41,2% face ao período homólogo. Segundo o comunicado da empresa à Comissão de Mercado e Valores Mobiliários, à semelhança da tendência observada ao longo de 2014, o primeiro trimestre de 2015 fica também marcado por uma nova melhoria na função financeira, resultante de uma menor dívida e de taxas de juro mais baixas.

O volume de vendas foi de 147,4 milhões de euros, o que corresponde a um aumento de 6,3% face a igual período do ano anterior. Este foi um comportamento para o qual muito contribuiu a unidade de negócios Rolhas, que registou um aumento de vendas superior a 10%.

“A conjugação do desempenho da sua mais importante Unidade de Negócios (Rolhas) e de uma desvalorização significativa do Euro, que permitiu um efeito positivo dos câmbios, sustentam em grande parte o crescimento da atividade e dos indicadores de resultados neste primeiro trimestre de 2015”, justifica a cotada.