O emprego no setor da restauração e bebidas aumentou 16,1% entre 2016 e 2017, o que se traduziu em mais de 35 mil novos postos de trabalho, distribuídos pela NUTS II do continente (que compreende Norte, Centro, Área Metropolitana de Lisboa, Alentejo, Algarve), segundo um recente relatório da Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP), baseado em dados do Instituto Nacional de Estatística (INE).

A análise dos dados permitiu concluir que os postos de trabalho neste setor são ocupados, maioritariamente, por mulheres, com uma representação de 57% do total da população empregada, o que equivale a 144,3 mil postos de trabalho", diz comunicado da AHRESP.

O grupo etário com mais postos de trabalho encontra-se no intervalo de 45 e mais anos, com 104,6 mil postos de trabalho (41% do total), sendo que este grupo é o predominante em todas as regiões, com destaque para o Norte, onde representa 46% do total.

No que se refere a habilitações literárias, os grupos do ensino secundário, pós secundário e superior, representam 35% do total das habilitações. As regiões do Centro e do Algarve são as que mais empregam nestes segmentos, com 40% e 41%, respetivamente.

O vínculo laboral a tempo completo, com 217,8 mil postos de trabalho e uma representação de 86% do total, foi o mais utilizado em 2017. Acrescenta-se que, neste setor, predomina a população empregada por conta de outrem, que representou 73% do total em 2017, com 183,8 mil postos de trabalho.