Durão Barroso reuniu em nome da Goldman Sachs com o vice-presidente da Comissão Europeia responsável pelo Emprego, Crescimento e Investimento.

O encontro aconteceu a pedido de Barroso para discutir assuntos de comércio e defesa e reavivou a polémica sobre a ida do ex-presidente da Comissão Europeia para o Banco de Investimento norte-americano.

Em 2016, Durão Barroso tinha garantido que que não ia fazer lóbi pela Golman Sachs, na sequência da controversia que se instalou sobre as suas novas funções depois de ter presidido ao executivo comunitário.

Agora sabe-se que o português se encontrou, em Bruxelas, com um vice-presidente da Comissão europeia, a 25 de outubro do ano passado.

A notícia foi avançada pelo jornal eu observer, com sede em Bruxelas.

A Comissão Europeia diz que a legalidade foi respeitada.

A confirmação do encontro por parte do vice-presidente da comissão já levou a Alter-Eu, uma coligação de organizações não governamentais para a transparência dos lobies, a pedir uma reavaliação às atividades de Durão Barroso.