Os milhares de contribuintes que apresentaram declarações de substituição de IRS vão ter de esperar até ao final de agosto para ter a situação resolvida com o fisco.

Mais de 160 mil contribuintes foram chamados a explicar divergências. A maior parte das irregularidades diz respeito à falta de declaração de mais-valias imobiliárias.

A notícia foi avançada esta sexta-feira pelo jornal «Correio da Manhã», que diz que a prioridade do fisco voltou-se para os contribuintes que preencheram corretamente a declaração, sem erros ou omissões.

Entre os problemas encontrados estão, sobretudo, a alteração do domicílio fiscal, pagamento de prestações de alimentos ou indicação do grau de deficiência.

A administração fiscal está a demorar, em média, um mês para corrigir os erros.