Ganhar o carro que a Autoridade Tributária vai sortear semanalmente a partir de março será quase tão difícil como ganhar o Euromilhões, escreve o Jornal de Negócios. A vantagem está no facto de não haver nenhum custo associado de participação, sendo que o sorteio é feito a partir de faturas com número de contribuinte.

Uma pessoa que reúna 5 faturas numa semana em que haja 100 faturas a concurso terá 5% de hipóteses de ser sorteado. Mas se tiver 5 faturas num sorteio de 5 mil, a probabilidade será de uma em mil.

Além dos sorteios semanais, o Fisco está a preparar mais 2 sorteios especiais, mas de carros de luxo. A secretaria de Estado dos Assuntos Fiscais está a preparar o regulamento do concurso, que deverá ser aprovado esta semana em Conselho de Ministros.