A CIMD - Companhia Industrial de Materiais Duros, S.A, empresa localizada do Fundão que desenvolve atividade na área da relojoaria, confirmou esta quinta-feira o despedimento de 42 trabalhadores, decisão que justifica com a "conjuntura complicada" do mercado.

Para manter os postos de trabalho para a maioria dos colaboradores, a CIMD viu-se obrigada a dispensar uma parte da sua força de trabalho, através de um despedimento coletivo de 42 efetivos, garantindo a salvaguarda de todos os seus direitos", refere a empresa, em comunicado enviado à agência Lusa.

Sem especificar quantos trabalhadores manterá, a empresa sublinha que "somente desta forma se mantêm os restantes postos de trabalho e se salvaguarda a perenidade da empresa".

Só assim a CIMD poderá ficar capacitada para enfrentar as capacidades impostas pelo mercado", fundamenta.

Lembrando que é do "conhecimento geral a conjuntura complicada que a relojoaria suíça atravessa" e que "as grandes marcas têm vindo a dispensar colaboradores e fornecedores", a empresa sublinha que, "sendo um forte fornecedor, também tem vindo a sofrer as consequências".

"A CIMD, apesar de ter trabalhado no sentido de manter a carteira de encomendas e clientes, não está imune às condições do mercado e com a queda tão abrupta do mercado também foi atingida", está referido no comunicado, que acrescenta que "todo o mercado, marcas e fábricas estão a reestruturar-se para ultrapassar as presentes dificuldades".

Além disso, a CIMD garante que o projeto traçado há três anos com a Câmara do Fundão, e que levou à mudança da empresa para novas e requalificadas instalações, se mantém "inalterado".

A aposta e investimento na diversificação em outros setores de atividade, clientes e produtos continuam: esperamos dentro de meses começar a beneficiar desse esforço", acrescenta.

A empresa recorre ainda ao comunicado para deixar uma palavra aos trabalhadores, "pessoas em quem apostou e cuja dedicação é reconhecida".

"Consciente do passado, em que para mais do que relações laborais se criaram laços de amizade, a administração da CIMD quer deixar um profundo e sincero agradecimento e reconhecimento aos colaboradores que agora saem, cuja entrega e profissionalismo foram determinantes no crescimento da CIMD", conclui a nota.

A CIMD, empresa com capital francês, desenvolve atividade na área da relojoaria, no fabrico de componentes para esta indústria e também numa nova área denominada UMD, onde são fabricadas peças de média precisão destinadas a diversos tipos de indústria.