Os contribuintes que deixaram para o último dia a entrega da declaração de IRS, cujo prazo termina hoje, estão a ter dificuldades em fazê-lo através da internet, já que o Portal das Finanças não está a funcionar.

Trabalhadores do privado estão a receber mais nos reembolsos do IRS

A denúncia parte da Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas, que adianta à TVI que faltam entregar 800 mil declarações de IRS e que, perante a inoperacionalidade do site das Finanças «não vai consentir a aplicação de multas».

Erro informático leva a reembolso por cheque do IRS

As declarações de rendimentos em causa referem-se aos trabalhadores dependentes e pensionistas, sendo que os trabalhadores independentes que optaram por entregar a declaração em papel também só têm até hoje para o fazer.

A partir desta quinta-feira começa o prazo para entrega das declarações de IRS dos trabalhadores independentes via internet.

Já ontem o bastonário da OTOC criticava o facto de o site não estar a funcionar, dizendo que se trata de «um problema literalmente de laxismo por parte do Governo, porque tem espaço [no Portal das Finanças] para andar a pôr para lá sorteios de faturas e emissões de faturas e não sei quê», mas, «quando chega a hora da entrega das declarações, o sistema não funciona».

Para responder ao aumento das entregas de IRS, as Finanças decidiram suspender alguns serviços essenciais no site que, pelo menos até esta hora, continua sem estar a funcionar.