O diretor-geral da Associação Empresarial para a Inovação (COTEC), Daniel Bessa, defende que o Governo deve baixar o IRS.

Paulo Núncio espera apoio consensual à reforma do IRS

Bastonário dos Economistas quer mais apoio ao empreendedorismo

À saída de uma reunião com o Executivo, que está a ouvir várias associações empresariais no âmbito do período de consulta pública do anteprojeto de reforma do IRS, o responsável referiu que esta descida está condicionada à situação macroeconómica e à situação das finanças públicas.

«O relatório apresentado pelo Governo é muito prudente nesse sentido», referiu. Quando questionado sobre uma eventual descida do imposto, Daniel Bessa disse: «Só posso estar de acordo, acho que é bom».

Daniel Bessa valorizou AINDA o apoio à família com filhos prevista no âmbito da reforma, destacando igualmente o apoio à poupança e à mobilidade geográfica.

«Veria com muita preocupação o aumento do consumo em Portugal, acho importante o apoio fiscal à poupança e também à mobilidade geográfica», disse o responsável.

Esta segunda-feira o Governo não se quis comprometer com uma descida do IRS no próximo ano. O Executivo só vai tomar decisões sobre a reforma do imposto em outubro.

O secretário de Estado doa Assuntos Fiscais, Paulo Núncio esteve esta segunda-feira reunido com as associações de famílias. Esta terça-feira decorrem encontros com associações empresariais e a Ordem dos Economistas.