Os portos do Algarve ¿ Faro, Portimão e Vila Real de Santo António - registaram em 2013 um crescimento em todos os setores de atividade, das exportações ao turismo de cruzeiros, disse à Lusa fonte portuária.

O porto de Faro registou um crescimento nas cargas exportadas de 32% face a 2012, passando das 278 mil toneladas para as quase 400 mil toneladas movimentadas.

Tal como a Lusa avançou em dezembro passado, 2013 foi o melhor ano no porto de Faro desde o início do século em termos de movimentação de carga, tendo a principal carga exportada sido o cimento produzido na Cimpor, em Loulé, e enviado para Cabo Verde e Norte de África, principalmente para a Argélia.

Foi também exportado atum, oriundo das armações offshore ao largo de Faro e Olhão e cujo destino de consumo é o Japão, e carga de pedra, ferro, aço e telha.

Ao nível do turismo de cruzeiros, o porto de Vila Real de Santo António registou um aumento de 18,75% de passageiros em 2013 em relação a 2012.

Este porto recebeu 19 escalas de um navio de cruzeiros que, entre maio e outubro, realizou um itinerário semanal com partida de Sevilha (Espanha), subindo o rio Guadiana e passando por Alcoutim até ao Pomarão. Este navio transportou 2.605 passageiros.

O porto de Portimão voltou a aumentar o número de passageiros e de escalas em 2013, tendo registado um incremento de 8,83% em número de passageiros, passando dos 18.506 em 2012 para os 20.141 em 2013, e 16,67% em número de escalas, que aumentaram de 36 para 42.

Para os três portos do Algarve há «perspetivas positivas» para o ano de 2014 que deixam antever um ano de «grande dinâmica de atividade portuária», considerou a fonte portuária.