O crescimento do Produto Interno Bruto real na OCDE desacelerou para 0,4% no terceiro trimestre de 2015, face aos 0,6% registados no segundo trimestre, segundo dados provisórios divulgados esta quinta-feira.

Segundo os dados da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Económico, o crescimento do PIB real desacelerou na maioria das sete grandes economias, com exceção da França, onde o PIB acelerou para 0,3% no terceiro trimestre, depois de ter registado um crescimento quase nulo no segundo trimestre. No Japão, o PIB continuou a registar uma contração de 0,2% pelo segundo trimestre consecutivo.

Nos Estados Unidos o crescimento económico desacelerou significativamente para 0,4%, contra 1% no segundo trimestre. O crescimento também desacelerou no Reino Unido, ao passar de 0,7% no segundo trimestre para 0,5% no terceiro trimestre.

Na Alemanha e em Itália, o crescimento do PIB real desacelerou ligeiramente para respetivamente 0,3% e 0,2%, depois de ter registado taxas de 0,4% e 0,3% no trimestre precedente.

O crescimento do PIB no terceiro trimestre manteve-se estável na União Europeia em 0,4% e desacelerou ligeiramente na zona euro, ao passar de 0,4% no segundo trimestre para 0,3% no terceiro.

Em termos homólogos, no terceiro trimestre deste ano o crescimento do PIB na OCDE desacelerou para 2%, contra 2,2% no trimestre precedente.

Em ritmo anual e entre as sete grandes economias, o Reino Unido e os Estados Unidos continuaram a liderar o crescimento económico no terceiro trimestre deste ano face ao mesmo período de 2014, ao registarem taxas de 2,3% e 2%, respetivamente.

Também em ritmo anual, a Itália continuou a registar a taxa de crescimento mais fraca, de 0,9% no terceiro trimestre, apesar de ter acelerado, já que no segundo trimestre tinha registado um crescimento de 0,6%.