A Grécia vai apresentar esta segunda-feira o projeto de orçamento para 2016, para ir de encontro aquilo que querem os credores internacionais.

 

O projeto de orçamento da Grécia prevê que a economia continue em recessão no próximo ano e volte a crescer em 2017, em linha com as estimativas dos credores.

 

Depois de sete meses de intensas negociações com a União Europeia e com o Fundo Monetário Internacional (FMI), Atenas concordou em julho implementar cortes de despesa e refrmas económicas em troca de um resgate de 86 mil milhões de euros.

 

O ministro das Finanças grego, Euclid Tsakalotos, vai reunir-se hoje com os homólogos da zona euro no Luxemburgo.

 

Ao mesmo tempo, Alexis Tsipras vai apresentar no parlamento grego as linhas políticas do governo para os próximos quatro anos.