Se tem um empréstimo para a compra de casa vai voltar a pagar menos ao banco, no mês de junho, segundo os cálculos feitos para a Lusa pela Deco/Dinheiro&Direitos. Já em maio tinha acontecido o mesmo com os contratos revistos nesse mês. A queda contínua das taxas Euribor, que têm renovado mínimos históricos negativos, tem ditado esta folga no orçamento das famílias.

Crédito à habitação 150 mil euros / 30 anos  Diferença Mensalidade
Euribor a seis meses, spread de 1% -8,90 € = 472,53 €
Euribor a três meses, spread de 1% -5,13€ = 464,96 €

Apesar de as taxas de juros estarem negativas e de o banco apenas cobra o chamado spread q(a margem de lucro do banco), se este for muito baixo, a taxa negativa pode até anular o custo do cliente em relação ao banco. Até aqui, as regras ainda ditam, no entanto, que nunca poderá ficar abaixo de 0%.

Os partidos da esquerda parlamentar, PS, PCP e Bloco de Esquerda, têm vindo a preparar uma proposta legislativa conjunta para obrigar os bancos a refletirem integralmente o valor negativo das taxas Euribor nos contratos de crédito à habitação, o que, no limite, pode levar o banco a ter de 'pagar' pelo dinheiro que empresta, em vez de lucrar com isso,

Entretanto, a votação do diploma foi adiada e o PS pediu a audição do governador do Banco de Portugal em abril, que ainda não aconteceu.