As três principais estruturas sindicais da administração pública são unânimes nas críticas ao Governo, devido às mexidas na contribuição extraordinária de solidariedade (CES). Dizem que a medida é profundamente injusta e só irá contribuir ainda mais para o empobrecimento dos pensionistas.

Os sindicatos alertam que não podem ser sempre os mesmos a pagar a fatura e garantem que tudo vão fazer para defender os direitos dos pensionistas.

As críticas vão também para o aumento dos descontos da ADSE, que prejudica tanto os funcionários públicos no ativo como os reformados.