A diminuição de produção na construção abrandou em maio, ao cair 19,4% em relação ao mesmo mês ano anterior, quando em abril tinha recuado 21,3%, segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE).

A diminuição menos acentuada do índice agregado foi comum aos segmentos de Engenharia Civil e Construção de Edifícios, refere o INE.

A construção de edifícios registou em maio uma variação homóloga negativa de 19,4% (em abril tinha caído 19,9%), enquanto o índice relativo à engenharia civil diminuiu 19,3 (menos 22,5% em abril).

O emprego no setor da construção diminuiu 15,9% face a maio do ano passado, uma queda inferior à registada em abril em termos homólogos (-18,2%).

Face a abril deste ano, a queda do índice de emprego foi de 0,5% (contra uma variação negativa de 3,1% registada em maio de 2012).

Em termos homólogos, as remunerações diminuíram também 12,1% em maio, menos do que a variação negativa de 17,6% registada no mês anterior, mas face a abril deste ano aumentaram 4,8% (contra uma variação negativa de 1,7% em maio de 2012).