O presidente do grupo Mota-Engil, António Mota, afirmou esta quarta-feira que o México vai destronar este ano Angola como maior mercado da construtora, com uma faturação de 500 milhões de euros, e marcará “o futuro do crescimento” da empresa.

“O México vai ser em 2016 o mercado onde a exposição da Mota-Engil é maior”, afirmou António Mota, salientando que a faturação do grupo naquele país aumentou “de 50 milhões de euros há cinco anos para 500 milhões de euros este ano”.

O empresário falava durante o ‘Seminário Económico México-Portugal’, que se realizou esta tarde no âmbito da Semana do México no Porto, que decorre de hoje até dia 20.

Descrevendo o México como “uma nação jovem, ambiciosa, amigável, com excelentes técnicos” e uma classe empresarial que nada fica a dever “à classe empresarial europeia”, o presidente da Mota-Engil classificou a aposta do grupo neste mercado como “um caso de sucesso”.

“Fizemos lá excelentes parcerias em várias áreas”, disse, garantindo que a Mota-Engil foi recebida no México “de portas abertas”, até porque este é um país “que gosta muito de investimento americano e espanhol, mas que vê com muito bons olhos outras origens de investimento”.

Assumindo o mercado mexicano como “o futuro do crescimento do grupo Mota-Engil”, António Mota disse que a construtora não é, “hoje, uma empresa portuguesa no México, mas uma empresa mexicana que tem acionistas portugueses”.

“Há inúmeras oportunidades no México e é bom que muitas empresas olhem para aquele mercado com o potencial que tem e que o façam muito rapidamente”, sustentou, sublinhando que o país “pode ser o ponto de partida para outras internacionalizações para a América Latina”.

O grupo Mota-Engil entrou no mercado do México em 2008, com a construção da Autopista Perote-Xalapa, estando atualmente a desenvolver projetos de infraestruturas em diversas valências técnicas, como na construção de autoestradas, Metro de Guadalajara, hospitais e outros edifícios.

Com o objetivo de “afirmar a Mota-Engil como uma empresa relevante nas suas áreas de atuação no México” foi constituída em 2012 a Mota-Engil México, empresa que atua em diversos estados deste país.

Na América Latina, a Mota-Engil marca presença desde 1998, tendo iniciado a sua atividade na região através do Peru, onde atua atualmente através da Mota-Engil Peru, mas depois expandido a sua presença na região para mercados como o México, Brasil e Colômbia, efetuando projetos de construção em áreas técnicas diversas de engenharia e construção.

No seu ‘portfolio’ na América Latina constam também várias concessões de autoestradas no México, Brasil e Colômbia, numa rede de mais de 800 km.