O Conselho de Ministros aprovou esta quinta-feira os processos de privatização da CP Carga e da EMEF - Empresa de Manutenção de Equipamento Ferroviário, nota a Lusa.

A possibilidade de alienação de até 100% das duas empresas está prevista nos diplomas.

O modelo prevê uma operação de venda direta de referência, a um ou mais investidores, individualmente ou em agrupamento, nacionais ou estrangeiros, com perspetiva de investimento estável e de longo prazo, assim como uma oferta pública de venda para os trabalhadores das duas empresas.

Em declarações anteriores em meados deste mês, fonte do Ministério da Economia recordou que o avanço do processo estava sujeito a uma decisão de não oposição por parte da Direção-Geral da Concorrência da Comissão Europeia.

A 10 de março, o secretário de Estado dos Transportes, Sérgio Monteiro, também tinha dito que a solução para a EMEF e para a CP Carga devia ser a privatização das duas empresas, destacando, contudo, que ainda não existia uma resposta definitiva de Bruxelas.