Os indicadores de clima económico e de confiança dos consumidores continuaram a recuperar em agosto, segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE).

De acordo os inquéritos de conjuntura às empresas e aos consumidores do INE, o indicador de clima económico fixou-se nos -2,1 pontos em agosto (-2,6 em julho), recuperando «de forma significativa», depois de apresentar o valor mais baixo da série em dezembro.

O instituto destaca que nos últimos dois meses verificou-se um aumento dos indicadores de confiança em todos os setores: indústria transformadora, construção e obras públicas, comércio e serviços.

Em relação ao indicador de confiança dos consumidores, este recuperou «expressivamente» de acordo com o INE dos -52,7 pontos de julho para os -49,0 pontos em agosto, «reforçando o movimento ascendente observado desde janeiro, após registar o mínimo da série em dezembro».