A abertura de concursos de obras públicas caiu 6% em 2014, face ao ano anterior, para 1.586 milhões de euros, de acordo com o barómetro da Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas.

Ao longo de 2014, foram lançados 1.846 concursos públicos, representando uma quebra de 1% face a 2013, o que traduziu numa média de abertura de 154 concursos por mês, com um valor de cerca de 859 mil euros.

Os ajustes diretos de empreitadas de obras públicas celebrados e reportados no Observatório das Obras Públicas atingiram os 404 milhões de euros em 2014, valor que traduz uma redução de 12% face a 2013, refere a associação.
Segundo o barómetro divulgado esta terça-feira, o valor médio dos ajustes diretos celebrados foi de 35.565 euros, menos 3,6% que em 2013.

Em contrapartida, o valor dos contratos celebrados ao abrigo de concursos públicos aumentou 10% em 2014 para os 1.077 milhões de euros.

O volume total de contratos celebrados – ao abrigo de concursos e de ajustes diretos - foi de 1.529 milhões de euros, representando uma queda de 1% face ao ano anterior.

No mês de Dezembro, a Secretaria Regional de Educação e Cultura liderou em volume os concursos públicos lançados, sendo responsável por empreitadas no valor de 16 milhões de euros.