A Comissão Europeia estima que o período contributivo para aceder a pensão de reforma em 2060 terá subido cerca de sete anos em Portugal, dos maiores aumentos entre os Estados-membros da União Europeia.

Segundo o estudo da Comissão Europeia, que faz projeções económicas com base nas previsões quanto à evolução da população até 2060, é estimado que os anos de contribuição para aceder à pensão de reforma vão aumentar na maioria dos países.

Além do aumento legal da idade da reforma, há ainda outros motivos para o aumento dos períodos contributivos, como o fim de muitos esquemas de reformas antecipadas ou critérios de elegibilidade mais restritos. Em muitos sistemas, os anos de serviço militar ou o número de filhos são valorizados no acesso à reforma, o que poderá ser alterado.