A Comissão Europeia afirma que o Governo vai avançar com uma revisão da tabela salarial da função pública até ao final deste ano, que será complementar aos cortes salariais já aplicados, apesar de o Governo ter retirado do Orçamento.

Na análise da Comissão Europeia à décima revisão do programa português, é dito que os cortes progressivos nos salários dos trabalhadores em funções públicas já estão em vigor, mas com isto ainda avançarão duas medidas para complementar (e não substituir).

«Está planeado que isto seja complementado com uma tabela única para os suplementos salariais e uma tabela única salarial, a serem implementados até junho e dezembro de 2014, respetivamente», diz a comissão.

O Governo tinha inscrito na proposta inicial de Orçamento do Estado para 2014 a revisão da tabela salarial na função pública, mas durante a discussão do Orçamento mudou esta revisão para que se tratasse apenas de um estudo para uma eventual revisão.